Ksys – Melhorando a vida das pessoas através do software.

Saiba quais as melhores práticas para quebrar barreiras e ter sucesso ao programar a gestão da qualidade dentro da organização.

O processo de implementação de um projeto de gestão da qualidade dentro das empresas não é algo tão simples, já que muitas das mudanças passam a ocorrer na cultura organizacional, o que gera certa resistência por parte de muitos colaboradores.

Naturalmente, tudo o que é novo parece ser mais complexo em um primeiro contato. Mas a questão está na forma de como as organizações lidam com este cenário e como isso pode afetar o processo de planejamento e de execução destas mudanças.

A utilização dos princípios da Qualidade dentro das organizações continua sendo de extrema importância, uma vez que o não cumprimento destes princípios impacta diretamente o Sistema de Gestão da Qualidade.

É importante destacar que a palavra “qualidade” não atua isoladamente, mas deve sempre estar acompanhada de uma pergunta: Qualidade para quem? Os colaboradores precisam saber da importância que possuem no processo de mudança e como isso pode impactar no alcance das estratégias estabelecidas.

Neste artigo, daremos algumas dicas de como lidar com o processo de mudança de maneira estratégica e como engajar novos colaboradores. Vamos lá?

  1. Saiba liderar

Muitos gestores acabam erroneamente encarando a liderança como um simples “cargo gerencial” ou de pessoas que estão à frente de equipes. Mas o papel do líder dentro de uma organização é fator chave no processo de mudança. É ele quem irá conduzir seus colaboradores para uma melhor execução, esclarecendo as ações e, assim, alcançando melhores resultados.

Gestores que não lideram a qualidade, possivelmente, encontrarão falhas no decorrer do SGQ por não engajarem seus colaboradores nas mudanças realizadas.

E como colocar em prática?

Seja proativo e lidere através do exemplo. Verdadeiros líderes são ativos na implementação e acompanhamento das ações, em vez de simplesmente ditar o que deve ser feito.

Considere os anseios de TODAS as partes interessadas. Desde clientes a proprietários, funcionários, fornecedores, comunidades locais e o público em geral, as partes interessadas são vitais no processo de gestão da qualidade. Além disso, pode afetar o sucesso da organização se não houver relacionamento e compreensão do ponto de vista da liderança.

Estabeleça valores comuns e éticos em toda a organização. Os líderes incutem um senso de valor e ética que também estejam alinhados com a missão da empresa. Assim inspira o time a fazer parte das iniciativas de gestão de qualidade com base nesses valores.

  1. Promova programas de capacitação

A melhor forma de incentivar a busca pelo aprimoramento profissional é estimular a reciclagem do colaborador. Este é um dos caminhos para promover melhor aceitação diante de mudanças. É por meio do aprendizado que os funcionários são capazes de obter um melhor entendimento não apenas sobre o que estão fazendo, mas por que estão realizando suas tarefas.

Gestores que investem nas habilidades dos seus funcionários podem direcionar as oportunidades da empresa de acordo com o perfil dos colaboradores. Isso propicia a inserção de novas pessoas para o exercício das funções e possibilita que o time se sinta valorizado.

Por isso, invista em programas de treinamento não apenas quando há mudanças, mas torne esta prática constante diante da organização. Tudo se torna mais facilitado quando o colaborador é preparado para a mudança.

No caso de Sistemas de Gestão da Qualidade, sua equipe deve dominar os principais conceitos, pois sem isso fica sem base para a tomada de decisões. Conceitos como ciclo PDCA, os princípios da qualidade são fundamentais para a equipe ter em mente todos os aspectos para as quais está direcionada a gestão da qualidade.

E não esqueça: forneça canais claros para feedback durante todo o processo de treinamento, bem como após o treinamento. Dê aos colaboradores a chance de fazer perguntas, trazer à tona problemas em potencial e se eles se beneficiaram com o treinamento. Isso reduzirá o potencial de mal-entendidos assim que a fase de implementação começar.

  1. Integre conhecimento em gestão da qualidade

Para Peter Drucker, “o que pode ser medido, pode ser melhorado” e o que pode ser compartilhado pode se tornar ainda melhor. Como programas de qualidade envolvem mudanças organizacionais, não tem validade apenas o nível gerencial se comprometer. É preciso que haja um trabalho participativo de todos os níveis hierárquicos, tanto no processo de implantação quanto no de manutenção de sistemas de qualidade.

Todos os colaboradores e equipes devem fazer parte da nova filosofia a ser implantada. Isso envolve equipes do Círculo de Controle de Qualidade (CCQ), da implantação do programa 5s, de limpeza, a CIPA, do PCP, e outros departamentos.

Por isso, é importante comunicar claramente as metas e os objetivos gerais de suas estratégias. Isso irá garantir que todos entendam exatamente porque o sistema está sendo implementado, permitindo que eles sejam incluídos no processo. Além disso, propicia um trabalho mais eficiente, com tomadas de decisão mais rápidas e maior colaboração entre todos.

Outra questão fundamental é o monitoramento. Acompanhar constantemente todas as ações ajudará gestores a identificar as principais falhas e resistências das novas mudanças. Você pode investir em algumas atividades como:

  • Implementar o controle de todas as etapas de produção;
  • Realizar benchmarkings comparando a produtividade da empresa sob diversos pontos de vista;
  • Fazer reuniões periodicamente para traçar metas e avaliar as ações em execução. Isso o ajudará a incorporar uma cultura de aprendizado e melhoria contínua.

Conclusão

Envolver pessoas nas ações de gestão da qualidade é um desafio diário para os gestores. É fundamental ter ao lado uma equipe engajada a abraçar os conceitos da qualidade que envolvem melhoria dos processos. Afinal, o trabalho conjunto trará uma nova forma de realizar ações e repensar estratégias que atendam as partes interessadas.

Soluções automatizadas podem ser grandes aliadas, se você busca incrementar a sua Gestão da Qualidade. E isso tanto para auxiliar o engajamento da equipe, centralizar informações ou ter uma análise mais efetiva do andamento do processo. Para mais informações, entre em contato com nossos especialistas.